terça-feira, 5 de abril de 2011

O Outono - amostra de painel cerâmico (120x60)

Tudo começou ainda no Outono que lhe serviu de inspiração.



















Mas só com a Primavera terminou.


Agora ... projecta-se um jardim tridimensonal. 

O azulejo - resultado final

Demorou a vidrar ... mas foi ... e aqui está o resultado final

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

REVISITANDO CASTELO BRANCO: Da azeitona ao azeite

REVISITANDO CASTELO BRANCO: Da azeitona ao azeite: "Autor: Aida Freitas Ferreira “Quem azeite colhe antes de Janeiro, azeite deixa no madeiro” “Quem colhe azeitona antes do Natal, deixa met..."

REVISITANDO CASTELO BRANCO: A horta das Lameiras

REVISITANDO CASTELO BRANCO: A horta das Lameiras: "Autor: Aida Freitas Ferreira O texto andava na gaveta e fazia parte do meu diário de infância e dos dias de Verão que passava com os meus av..."

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

O Verão pela minha terra

O vale onde nasci fica num  planalto entre serras e montes. Se o Inverno é rigosoro o Verão não lhe atrás. A ambiguidade é de tal  maneira tão grande como a inegualável beleza com que cada estação nos premeia. O castanho do pelo dos burros torna-se ainda mais dourado quando os alforges da merenda lhes são colocadas, o amarelo do restolho das searas contrasta com o verde seco da serra e o verde do rios, sejam ele o Sabor ou o Douro. E quando o sol já vai alto e o calor aperta o céu reflecte-se no espelho que é o rio e torna-o azul. Entre as serras e os  vales profundos encontramos o planalto que atravessa terras de Mogadouro e Miranda.